“Uma Criança mimada será um adulto infeliz” – Leandro Karnal (Historiador e filósofo)

Para iniciar este artigo vou citar uma frase do psicanalista mais famoso da história Sigmund Freud ;” Sem trauma não há crescimento”.
Bom venho trazer estas duas reflexões para a vida contemporânea, onde a rotina e o consumismo exacerbado, “obrigam os pais a trabalharem dobrado para suprir o desejo de seus filhos e sentir que cumpriram seus papéis de pai. Formando assim uma legião de crianças e adolescentes insaciáveis, mimados, sem limites( emocionais e materiais), bem como, reforçando que suas necessidades devem ser atendidas.
Proponho com este artigo, que cada um de nós como responsáveis pelo futuro do planeta e da sociedade em que vivemos façamos uma interiorização, e nos perguntemos o quão permissivos ou ausentes( muitas vezes transferindo para a escola ou para outrem a responsabilidade de educar).
 estamos sendo neste processo de educar, pois o papel da escola e ensinar, passar conhecimento de forma didática e pedagógica.
Quando adolescentes, tendem a crescer sem limites e controle, tornando as relações familiares conflituosas e doentes psicologicamente.
As crianças não vem com manual, mas o tempo e nossa obrigação de orientá-los irá mostrar que, se você der limite e ter autoridade (que é diferente de autoritarismo),não dói, e é um gesto de amor que tende a dar bons frutos.
Gosto de dizer para os pais que pense na hora que for agir com seus filhos, imagine-o no futuro, que consequência estes nossos atos poderão refletir na personalidade desta pessoa.
Por exemplo: Se é um responsável por uma criança que sempre cede a seus desejos, imagine-o futuramente, como será seus relacionamentos, uma vez que ele “aprendeu” que “precisa ter sua vontades atendidas? Provavelmente, dificuldades em ouvir não, frustração quando não consegue o que deseja, insegurança de reagir ou tomar iniciativa e ser contrariado, atos de impulsividade diante de alguém que ouse opor a suas ideias ou comportamentos.
Portanto sejamos pais e lembremos uma frase que aprendi com uma professora e penso ajudar a nos orientar nestas questões –
” Limite com amor, não dói”
Ótima reflexão e excelente mês a todos!
Lara Reis
Psicóloga – CRP – 04/14592
Pós graduação em psicopedagogia Clínica e Institucional na UEMG
Atualmente pós graduação em terapia Cognitiva Comportamental PUC/MG