A Comunidade São José Operário celebrou na noite de 1º de julho, a investidura dos novos coroinhas da comunidade. A missa foi celebrada ás 18 horas e foi presidida pelo pároco Alwin Dsouza. Os coroinhas vão desempenhar a função fundamental no seu serviço ao altar.

São João Paulo II nutria grande apreço pelos coroinhas e certa vez se dirigiu aos sacerdotes dizendo: “Cuidai especialmente dos coroinhas, que são como um “viveiro” de vocações sacerdotais.

“O grupo de coroinhas é uma fonte de vocações e, a partir daí, temos que orientar e trabalhar na formação para que possa ser desenvolvida a abertura ao chamado de Deus”, apontou Dom Roque Costa Souza, bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro.

As principais funções do coroinha são: Servir o Sacerdote em tudo que ele precisar para bem transcorrer a liturgia, mas principalmente levar o cálice com patena e corporal no momento do Ofertório, servir o vinho e a água (galhetas) e apresentar o lavabo para a purificação das mãos do sacerdote.

Na ausência de um acólito, poderá também servir como turiferário, ceroferário, cruciferário, e naveteiro.

20170701_193813

 

Fonte Acólitos Santa Quitéria – Fotos Dioclévio – Edição Fajardo