Pe. Manoel Custódio Pedrosa faleceu hoje 11 de agosto, às 4horas e 05 minutos.

O corpo do Pe. Manoel Custódio Pedrosa chegará às 12 horas para capela do Colégio Arnaldo. Na segunda-feira 12 de agosto, às 9 horas a missa do corpo presente e em seguida cortejo para cemitério Bonfim onde haverá sepultamento às 11 horas.

Padre Pedrosa nasceu em Belo Horizonte, no bairro da Renascença, no dia 17 de junho de 1939, filho de Antônio Gonçalves Pedrosa e Ana Custódia Pedrosa. Ingressou na Congregação do Verbo Divino no Instituto Missionário São Miguel, Borda do Campo, em Antônio Carlos – MG em 1951, onde cursou os últimos quatros anos do ensino fundamental. Posteriormente cursou o Ensino Médio no Colégio Arnaldo, em Belo Horizonte. Em 1959 iniciou o Noviciado, no Seminário do Espírito Santo, em São Paulo e no dia 01 de março de 1960 emitiu os primeiros votos na Congregação do Verbo Divino. Em São Paulo ainda, realizou os estudos de Filosofia e Teologia, e em 01 de março de 1965 professou os votos perpétuos.

No dia 06 de agosto de 1966 foi ordenado sacerdote, na Capela do Colégio Arnaldo, em Belo Horizonte – MG junto e logo enviado para Barra Mansa – RJ, onde atuou como vigário coadjutor e depois pároco (então se dizia vigário). Durante este período, estudando durante as férias de início e de meio de ano, obteve a licenciatura em Língua Portuguesa, pela Faculdade Medianeira, em São Paulo. Em 1972 esteve em Belo Horizonte, colaborando com familiares e nos finais de semana colaborava na Paróquia Santa Inês, no bairro Horto.

Em 1975 foi destinado à Paróquia de Santa Isabel, em Domingos Martins – ES, como coadjutor e participou do Terciado SVD, em Nemi, Itália. Ao regressar da Itália, no mesmo ano, foi nomeado orientador religioso do Colégio Arnaldo, em Belo Horizonte. Um ano depois assumiu como diretor do colégio. Durante este período obteve a licenciatura em Pedagogia pela Faculdade Salesiana de São João Del Rei. Nos finais de semana colaborava na Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Nova Lima – MG.

Em 1985 foi nomeado pároco da Paróquia São Sebastião, em Três Rios – RJ, onde atuou por 10 anos, na organização das comunidades. Em 1996 foi eleito Superior Provincial da Província Brasil Norte, sendo posteriormente reeleito e exerceu esta função até 2001. De 2002 a 2004 atuou como procurador provincial.

A partir de 2005, continuou a residir na Casa Provincial em Belo Horizonte. Desde então atuava como vigário paroquial da Paróquia São Gabriel, no Taquaril e colaborava na Capela do Colégio Arnaldo.
Nos últimos anos sua saúde vinha se debilitando, sobretudo o pulmão. No dia 31 de julho de 2019 uma infecção pulmonar o levou a ser internado no Hospital Life Center, em Belo Horizonte – MG, onde faleceu no às 04:05 do dia 11 de agosto.

Fonte SVD