Na noite de domingo do dia 21 de maio, a Paróquia iniciará a cerimônia de investidura dos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão.

Ao longo dos meses, eles participaram de formações litúrgicas e vivenciaram momentos de espiritualidade eucarística. As celebrações serão realizadas nos meses de maio e junho nas comunidades em que eles atuarão. Ao todo 104 ministros, vão exercer nos próximos três anos a missão de distribuir a comunhão na missa, e fora dela aos doentes, celebrar as exéquias e expor o Santíssimo Sacramento para a adoração dos fiéis, mas sem a benção do mesmo.

Os Ministros Extraordinários da Comunhão, surgiram na Igreja Católica após o Concílio Vaticano II, como resposta à escassez de ministros ordenados, e à necessidade de pessoas que pudessem auxiliar os ministros ordenados na distribuição da comunhão em diversas circunstâncias, tarefa que para muitos se tornava cansativa, devido ao tempo e esforço dispendido. A introdução de ministros leigos que pudessem auxiliar na ausência de outros ministros ordenados teve como finalidade trazer mais eficácia e dignidade à distribuição da Eucaristia.

Programação

No dia 21, a primeira celebração de investidura de 20 novos ministros, será realizado na igreja Santíssima Trindade na missa das 18 horas. No dia 27, a cerimônia de 4 ministros será na Igreja de São José Operário, do bairro Novo Horizonte, às 19:30 horas.

No domingo dia 28, às 7 horas da manhã, a Comunidade Verbo Divino celebrará a investidura de 19 ministros, enquanto que na celebração eucarística das 19 horas na Comunidade São Judas Tadeu, 11 ministros receberão a investidura.

Em junho, mais precisamente no dia 15, data em que a igreja celebra Corpus Christi, na Comunidade Nossa Senhora da Conceição, 25 ministros receberão a investidura às 9h. Na noite de Corpus Christi, às 18 horas, na Comunidade São Vicente de Paulo 27 ministros serão investidos. O Pároco Alwin Dsouza presidirá todas as celebrações.

Texto: Fabio Fajardo;

Fonte: Vítor Fórneas – Coordenador da Liturgia Paroquial.