Nesta quinta-feira, 15 de outubro, o Papa Francisco nomeou bispo de Penonomé (Panamá) o verbita padre Edgardo Cedeño Muñoz. O missionário é atualmente responsável pela Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, na Cidade do Panamá.

Padre Edgardo nasceu na Cidade do Panamá, em 18 de janeiro de 1960. Estudou Filosofia em Bogotá (Colômbia), no Centro de Estudios de Pastoral y Filosofia (Cepaf), e Teologia na Universidade Xaveriana, também de Bogotá. Ele também participou de cursos sobre orientação e aconselhamento espiritual no Rio de Janeiro-RJ.

Na Congregação dos Missionários do Verbo Divino, professou os votos perpétuos em 19 de março de 1988 e foi ordenado padre em 28 de outubro do ano seguinte. O religioso foi missionário no Uruguai, entre 1990 e 1994, onde trabalhou em paróquias de Montevidéu, foi vigário da Pastoral Juvenil do Vicariato Norte e superior do Distrito do Uruguai (1992 e 1993).

Em 1995, Pe. Edgardo foi eleito conselheiro da Província Colômbia-Panamá e, ao mesmo tempo, atuou como formador dos aspirantes (1995 a 1997). Entre os anos de 1998 e 2001, foi superior provincial, em seguida, formador dos filósofos e pré-noviços (2002 a 2004), ecônomo provincial, capelão do Colégio das Irmãs de Maria Rainha da Paz, em Bogotá (2005 a 2007), e pároco na Paróquia de São Jerônimo, na capital panamenha.

Entre os anos de 2009 e 2011, o verbita foi pároco em Palacaguina, na Nicarágua, e ecônomo da Região Centro-Americana (Panamá, Nicarágua e Costa Rica). Em seguida, foi designado para ser pároco na Cidade do Panamá, onde trabalha atualmente. Segundo um comunicado da Conferência dos Bispos do Panamá, a ordenação episcopal de Pe. Edgardo está marcada para o dia 5 de dezembro.

Fonte: Sala de Imprensa da Santa Sé – Tradução e edição para SVD-Esdeva: Alessandro Faleiro Marques – Foto: Conferência Episcopal do Panamá.