Foi celebrada no final da tarde de sábado, 24 de agosto, a missa campal na rua queluzito, no bairro Tijuca, divisa com o bairro Braúnas do município de Belo Horizonte. A celebração litúrgica do 21º Domingo do Tempo Comum, foi presidida pelo Pároco Alwin Dsouza. A rua Queluzito ainda não possui pavimento, e termina no Córrego Água Funda que deságua na Lagoa da Pampulha. A falta de canalização faz com que os moradores dessa rua e da José Pedro Mandu, tenham que conviver todos os anos com as enchentes que inundam as suas residências na época da chuva.

Nesse dia, presenciamos o mato alto e vários entulhos jogados ao longo da margem do córrego que já é muito poluído por causa do descarte de esgoto. Por causa disso, os moradores são obrigados a conviverem com o surgimento de vizinhos indesejados como ratos e escorpiões, além de ficarem mais vulneráveis a contraírem o vírus da dengue. 

Manifestamos a nossa solidariedade através da oração à essas famílias que vivem apreensivas, sem nenhuma perspectiva de melhorias, quanto a uma ação de políticas publicas por parte dos dois municípios. 

Álbum de fotos:

Missa Campal na Rua Queluzito

Pascom: Fajardo – Fotos Célio Dias