O Papa Francisco, durante este mês de maio, convoca os católicos de todo o mundo a uma grande maratona de oração pelo fim da pandemia. Concretamente, 30 santuários marianos estarão diretamente envolvidos nesta iniciativa.

 

Bruno Franguelli, SJ – Vatican News

Católicos de todo o mundo são convidados a meditar os mistérios da vida, paixão, morte e ressurreição do Senhor através da oração do Terço. Esta oração simples, que nasce do coração generoso do povo de Deus contém um profundo significado espiritual que merece ser redescoberto.

O Saltério Angélico

A Igreja, através de seus ministros ordenados, religiosos e também leigos, sempre rezou com devoção os Salmos através da Liturgia das horas. Trata-se de uma oração oficial na qual a Igreja glorifica a Deus durante as horas do dia cantando e contempla os 150 Salmos divididos em quatro semanas. Com o acesso muito restrito de grande parte do povo de Deus à leitura e mesmo ao livro da liturgia das horas, nasce a oração do Terço, que na antiguidade era conhecida como Saltério Angélico. Ou seja, uma oração contemplativa que consiste na repetição das palavras do Anjo Gabriel a Nossa Senhora. Neste método de oração, então o número de “Ave-Marias” pronunciadas durante todos os três mistérios, os gozosos, dolorosos e gloriosos, contemplava o total de 150 ave-marias; exatamente o mesmo número dos Salmos. Porém, em 2002, São Joao Paulo II, através da carta Apostólica Rosarium Virginis Mariae acrescentou os chamados mistérios da Luz, aumentando assim, o número total do Rosário para 200 “Ave-marias”.

Ouça e compartilhe

A oração dos pequenos

O Terço sempre foi a oração dos simples e pequenos. Mas isso não quer dizer que seja uma oração exclusiva dos pobres e dos iletrados, mas de todos os que desejam fazer-se humildes diante da presença de Deus. Não se trata de uma fórmula com altos conceitos teológicos e complicados, mas de uma repetição simples e passiva diante dos mistérios do Senhor Jesus. Neste sentido, os Sumos Pontífices, ao longo da História, não somente incentivaram todo o povo de Deus a meditar a oração do Terço, mas eles mesmos cultivaram este método de oração em sua vida espiritual. São João Paulo II afirmou várias vezes:

O Rosário é a minha oração predileta. Oração maravilhosa!”

Redescobrir a oração do Terço nestes dias difíceis

Em um mundo extremamente marcado pelas correrias do dia a dia e, principalmente, neste tempo difícil da pandemia, a oração do Terço pode ser uma verdadeira ajuda para superar as feridas atuais. Este método de oração está muito distante de ser uma repetição mecânica, mas pode ser um verdadeiro caminho de contemplação dos mistérios da vida de Cristo. Ao pronunciar as Ave-marias, o orante permite que tais palavras se tornem como um mantra em seu coração. Deste modo, pode-se saborear a quietude e o silêncio que, às vezes, é difícil encontrar através de uma oração mais racional. Redescobrir a oração do Terço nestes tempos difíceis pode ser um poderoso caminho para encontrar aquela Paz que somente o Senhor pode nos oferecer. Deste modo, o cristão que pronuncia as palavras do Anjo Gabriel encontra uma via segura para configurar-se a Cristo com a presença de Maria.

 

 

 

 

 

Fonte; https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2021-04/maio-um-mes-para-redescobrir-a-oracao-do-terco-papa.html