Desde o inicio de 2017  a catequese de batismo da Paroquia  vem seguindo a orientação pastoral proposta pelo diretório litúrgico produzido pela Arquidiocese de Belo Horizonte. O diretório sugere um itinerário mistagógicoImagem relacionada de preparação com os seguintes passos:

1º Passo: Inscrição

Os responsáveis devem ir até o local onde será celebrado o batismo, manifestando o desejo de batizar a criança: em uma de nossas seis comunidades. A mãe, o pai, ou responsáveis,  quando for agendar a data e o horário do batizado, deve procurar os catequistas de batismo e eles irão organizar a visita na casa dos pais que querem batizar as crianças.

2º Passo: Itinerário Mistagógico de Preparação para o Batismo

Os catequistas vão realizar três encontros na casa da criança para rezar juntos com pais, familiares e padrinhos sobre ” o sentido do batismo cristão”, seguindo um roteiro em forma de “tríduo batismal”.

3º Passo: Encontro Mistagógico Comunitário

Durante uma manhã ou tarde,  pais, familiares e padrinhos da criança que será batizada, participarão de um momento de espiritualidade com os catequistas sobre a celebração litúrgica do batismo (conteúdo, rito), contemplando também outros aspectos da vida cristã e do seguimento de Jesus Cristo. Este encontro será realizado nas comunidades conforme o gráfico abaixo.

 

4º Passo: Conclusão do processo de catequese batismal

Marcar a apresentação das crianças á comunidade, para a celebração, no domingo anterior á data do batizado.

Neste dia a mãe, o pai, os responsáveis e padrinhos, recebem a oração do Pai Nosso.

5º Passo: Celebração do Batismo

A comunidade cristã reunida em clima de festa  acolhe a criança que será batizada e seus familiares para a celebração do batismo. É o momento em que a criança entrará definitivamente para a família cristã ao morrer e ressuscitar no batismo.

6º Passo:

Nos primeiros meses após o batismo, a comunidade de preferencia o catequista que visitou a família anteriormente encontra com os recém-batizados e seus familiares. O catequista realiza mais um encontro catequético pós- batismal e entrega a lembrança do batismo ao pai, mãe, responsáveis e familiares.

7º Passo:

Como forma de acolhida a comunidade deverá enviar convites para as celebrações na comunidade e paróquia sobretudo: Semana Santa, Páscoa, Natal, Batismo do Senhor, Festa da Sagrada Família, Semana da Família, etc.

Convidar e motivar as mães, pais, responsáveis, a inscreverem e acompanharem as crianças nos encontros de catequese, sobretudo para a Eucaristia e Confirmação, na Comunidade e Paróquia, e a participarem do dia a dia da Comunidade de Fé.

A Comunidade pode convidar e motivar as mães, os pais, os responsáveis aos trabalhos pastorais e missionários da igreja e, do mesmo modo, ao engajamento nas várias instâncias da sociedade, em vistas do bem comum. Seu testemunho será fundamental para a caminhada cristã dos futuros jovens e adultos.

Para que alguém seja admitido para assumir a missão do padrinho, é necessário: ser escolhido pelo próprio batizando, por seus pais ou por quem lhes faz as vezes, ter no mínimo dezesseis anos de idade, ser católico e já ter participado do sacramento da Eucaristia e, preferencialmente, participe da vida eclesial, quem for batizado e pertencer a uma comunidade eclesial não católica seja admitido junto com um padrinho católico, na condição de testemunha do batismo.

 

Fonte: Catequese de batismo Verbo Divino / Diretório liturgico da Arquidiocese de BH