Santo Acácio nasceu no século V, foi bispo e confessor de Amida, no Iraque. A palavra Acácio significa “aquele que não tem malícia”. Acácio viveu sempre o dia presente e nunca preocupou-se em remoer o passado nem ansiar o futuro.


Em 419 o imperador Teodósio segundo o enviou como bispo embaixador para o reino Persa. A tarefa era promover um concílio entre os persas para discutir sobre a heresia nestoriana, que negava a divindade de Jesus.
Acontece que, estando Acácio na Pérsia, estourou uma guerra entre bizantinos e persas. Os prisioneiros de guerra eram tantos, que não havia comida para alimentá-los. Diante desta realidade concreta, Acácio começou a vender os vasos sagrados e outros objetos de sua Igreja para resgatar os prisioneiros. Estes, reconhecendo a bondade de Acácio, fizeram-se cristãos.

Acácio morreu com fama de santidade, depois de governar com muito zelo sua igreja no reino dos persas.  

Existem coisas no mundo que exigem todo nosso esforço. Diante da fome, da falta de moradia e de cuidados essenciais com a saúde humana, é preciso usar de todos os recursos para denunciar estes problemas e, obviamente, lutar para que a situação melhore. Santo Acácio soube ver o essencial: vendeu seus bens materiais para libertar inocentes. Recebeu como recompensa um lugar na família dos santos de Deus. O que você tem feito em favor dos mais necessitados?

Oração
Ó Deus, que aos vossos pastores associastes Santo Acácio, animado de ardente caridade e da fé que vence o mundo, dai-nos, por sua intercessão, perseverar na caridade e na fé, para participarmos de sua glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Texto: Publicado originalmente no site Santuário Nacional Aparecida