No dia 2 de abril, Padre Alwin Dsouza foi empossado, na Comunidade Verbo Divino, pelo bispo dom Joaquim Giovani Mol, ele se tornou o quinto pároco a administrar a Paróquia do Verbo Divino, hoje composta por seis comunidades.

Nascido na Índia, ele chegou ao Brasil como missionário verbita em 2003, esteve a frente de paróquias no norte do país e no Vale do Jequitinhonha.

Vigários Paroquial

Com 34 anos de fundação, passaram pela paróquia, padres de diversas nacionalidades e hoje podemos dizer que a espiritualidade da Congregação Verbo Divino, está encarnada na vida dos leigos paroquianos. Os formadores que atuavam no Seminário Dom Helder Câmara, exerciam também a função de Vigário Paroquial. Dentre muitos, alguns deles foram:  Padre José Carlos, Padre Adão, Padre Chico, Padre Agostinho, Padre Arturo, Padre Pedro, Padre José Raimundo, Padre Denzil Crasta, Padre Carlos Viera e Padre Vagner Apolinário.

Párocos

O primeiro missionário verbita a iniciar os trabalhos na paróquia foi o Padre Irlandês João, ele ficou a frente dos trabalhos entre os anos de 1983 a 1986. Hoje, ele mora em seu país de origem.

O segundo Pároco, responsável em dar continuidade aos trabalhos missionários, foi o Padre polonês Vieslau Laminsky. Ele esteve a frente da paróquia na sua primeira passagem, entre os anos de 1986 a 1995. Em 96 foi enviado para a paróquia da cidade de Três Rios no Rio de Janeiro.

Por três anos, entre 1996 a 1999, Padre Valdir assumiria a Paróquia. Na época, Padre Valdir sofreu um sério problema cardíaco, tendo que submeter-se a uma cirurgia cardíaca. Apos a cirurgia, Padre Valdir foi para a cidade de Três Rios. Atualmente ele  mora em Brasília, exercendo a função de Vigário, na Paróquia Verbo Divino.

No ano 2000, Padre Vieslau, deixaria a cidade de Três Rios e retornaria a Paróquia, para cuida-la por mais 11 anos. Em 2011, saiu para evangelizar como Vigário, em uma paróquia no interior do estado do Espírito Santo na cidade de Marechal Floriano. Retornou a BH em 2014, hoje ele é reitor da Casa Central da Congregação, e capelão na Igreja Nossa Senhora da Conceição, ao lado do Colégio Arnaldo.

Em 2012, chegava a nossa paróquia, o Padre togolês Pedro (Pierry) Avonyo. Ele foi o quarto pároco a ser empossado, onde comandaria a paróquia até o final de 2016, quando então tomaria a decisão de retornar a sua terra natal. Atualmente, ele exerce a função de formador no seminário da congregação de seu país.

Padre Alwin Dsouza, chegou em nossa paróquia, em novembro de 2016, com a função de administrá-la por 3 meses. Habituado a trabalhar em paróquias interioranas, a Província preferiu esperar para ver como seria a sua adaptação a uma paróquia suburbana de uma metrópole. Padre Alwin, acabou surpreendendo não só a Congregação, como também os Paroquianos, que muito rapidamente, se identificaram com o carisma, a espiritualidade e a maneira de administrar. Quando a notícia se espalhou pela paróquia, de que ele iria embora para assumir outra paróquia na cidade de Vitória, uma enorme tristeza tomou conta da maioria dos paroquianos. Foi quando grupos de oração das comunidades , começaram a fazer a intercessão para que a congregação repensa-se a decisão.

Em fevereiro de 2017, ele foi nomeado Pároco pelo novo Conselho Provincial liderado por Padre Carlos Viera.

Padre José Carlos (Vigário Paroquial) batizando crianças na creche do bairro Tijuca, quando ainda não havia sido construído a capela.

Padre Valdir de 1996 a 1999. Na missa em que a paroquia recebeu a visita da imagem de Nossa Senhora Aparecida na paróquia.

Padre Vieslau de 1986 a 1995. Tornou-se Pároco por Dom Serafim. Retornaria no ano de 2000, permanecendo até 2011.

Padre Pedro Avonyo SVD, de 2012 a 2016.

Fonte: Padre Anselmo e Padre Vieslau – Fotos Dona Helena- Edição Fajardo.