Os responsáveis pela formação dos novos missionários do Verbo Divino na Zona Panam se reuniram, em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, para refletir sobre o tema “Vida consagrada e sociedade líquida: impacto no processo formativo”. Os debates abrangeram todo o itinerário de preparação dos religiosos: animação vocacional, propedêutico, filosofia, noviciado, juniorato e irmãos.

Estiveram presentes 26 formadores do Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Colômbia, Bolívia, Equador, Panamá, México e Estados Unidos. Também participaram os verbitas Pe. Marcelo Cattaneo, coordenador zonal, e Pe. Marx Webe, secretário-geral da Congregação do Verbo Divino para a Educação e a Formação. O encontro ocorre a cada três anos. O de 2016, realizado entre os dias 20 e 28 de setembro, foi a oitava edição.

Os formadores partilharam os desafios e as fortalezas do ministério de acompanhar os jovens candidatos que se preparam para a vida missionária verbita como padres ou irmãos. Hoje, o continente americano conta com 191 formandos em diversas etapas e 31 formadores.

Desafios

A Congregação do Verbo Divino (SVD) constata que, no continente, há uma redução no número de vocações, assim como na equipe de formadores. Um dos desafios observados é justamente o de animar e preparar verbitas que estejam dispostos a dedicar-se ao ministério de formar os novos missionários.

“Outro desafio que se impõe são os decorrentes do nosso tempo atual, frutos da sociedade líquida na qual vivemos, em que reina um grande relativismo e na qual as novas tecnologias jogam um papel cada vez mais importante, facilitando a troca de informações, mas, ao mesmo tempo, dificultando uma comunicação efetiva”, afirma o verbita Pe. Vagner Apolinário, formador no propedêutico da Província Brasil Norte (BRN). “Esses desafios também afetam os jovens que chegam às casas de formação verbitas e exigem dos formadores um grande esforço”, completa.

Ano Vocacional Verbita

Durante o encontro, foi aberto o Ano Vocacional Verbita. A iniciativa da Zona Panam vai até setembro de 2017 e tem como tema “Vinde e vede”. O objetivo é animar as vocações nas três Américas, motivando os jovens a dar uma resposta generosa ao chamado de Deus. A ideia também é animar todos os membros das comunidades, dos leigos aos missionários verbitas, para que se sintam corresponsáveis pela animação vocacional.

Publicado Originalmente na SVD SDEVA com edição de Alessandro Faleiro Marques, com informações de Pe. Vagner Apolinário, SVD e Ir. Paulinho de Lima, SVD – Foto: Província SVD-BRC.